Segundo os Relatórios de Pesquisa do ILANUD – Instituto Latino Americano das Nações Unidades, e do CRISP – Centro de Estudos de Criminalidade e Segurança Pública, Os Custos da Violência e Criminalidade em relação ao Valor do PIB da Cidade do Rio de Janeiro atinge os R$51 bilhões.

De acordo com o Sistema de Gerenciamento Orçamentário do Estado de São Paulo (Sigeo), entre 2001 e 2005 os investimentos realizados na Polícia Militar somaram R$ 285,7 milhões, contra R$ 8,5 milhões para a Polícia Civil e R$ 1,9 milhão para a Superintendência Técnico-Científica. Os Gastos com a Segurança Pública cresceram 70%.
Fonte:http://www.observatoriodeseguranca.org/dados/custos/seguranca+publica

O Governo Federal prometeu ainda o acréscimo de R$ 59 milhões em investimentos na segurança pública do Rio de Janeiro para os próximos 6 meses.
Entretanto, será que tanto dinheiro vai diminuir os altos índices de violência?

Obviamente, o senhor, Querido Leitor, sempre tão atento às questões de Cidadania, já tem a sua resposta acerca destas questões; principalmente ao assistir o vídeo discriminado abaixo:

 

Exibido na 1ª Edição do RJ TV do dia 06 de maio do corrente ano, o vídeo mostra a Polícia prendendo um suspeito, na zona norte do Rio. E quando menos se esperava, o meliante que estava no banco de trás da viatura, simplesmente, abaixou o vidro, puxou a maçaneta do veículo e fugiu! Enquanto isso, os dois ‘agentes da farda’ que comandavam a ação, ficaram sem saber o que fazer…
O fato ilustra a despreparação dos nossos militares. Afinal, o povo deve estar até agora se perguntando como é que dois homens treinados e armados não conseguiram manter uma pessoa desarmada e indefesa dentro de um carro?

Sim, este é um vídeo engraçado, se analisarmos pelo ponto de vista do entretenimento. Por outro lado, se torna deprimente ao percebermos que isto faz parte da nossa dura realidade, e que são estes os homens responsáveis pela nossa Segurança Pública.

Após a cidade do Rio de Janeiro ser escolhida como a sede dos Jogos Olímpicos de 2016, a terra do corcovado e de tantas maravilhas sendo alvo de críticas da imprensa internacional. Muitas delas estampam nas capas de jornais e na internet, notícias veinculadas a forte violência que a cidade vem sofrendo já há muito tempo sob o domínio de grupos rivais e chefes do tráfico de drogas nos morros cariocas.

O poder dos traficantes sobre as terras de Cabral (do Sérgio, não do Pedro) é diariamente destaque na mídia internacional. São inúmeras as matérias com várias imagens recentes (e muito fortes) da grande violência gerada pelo poder do tráfico de drogas e armas pelas grupos rivais que se degladeiam nos morros cariocas. A estratégia tem sido a de mostrar a todos a fragilidade de uma cidade com enorme violência onde  a segurança pública não têm domínio sobre ela.

Mais significativas ainda, porém, do que esse massacre midiático sobre a ‘cidade maravilhosa’, têm sido as modificações perceptíveis na estrutura dos gastos públicos gerenciados à Segurança Pública.

Isto nos faz tomar ao pé da letra aquela indagação: “Se muito dinheiro está sendo gasto com isso, porque é que nunca se revolvem os problemas? Por que não enxergamos este dinheiro sendo utilizado em nome da eficiência do sistema???

 Ahh..   nossas indagações com respostas  SEMPRE já respondidas!

 As despesas com segurança pública dos governos federal e estaduais cresceram 13,35% em 2008, quando comparadas ao ano anterior, chegando a R$ 39,52 bilhões, de acordo com dados do Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgado hoje (19), em São Paulo. Os números indicam que houve crescimento de 64,06% nos gastos nacionais com informação e inteligência.

As estatísticas serviram de base para discussões durante a 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública, já realizada em agosto de 2009, em Brasília.

Fonte:http://blogdopedromarinho.blogspot.com/2009/08/gastos-com-seguranca-publica.html

Segundo o presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Humberto Viana, os dados indicam que houve redução significativa de investimentos no Piauí e Distrito Federal, mas isso não compromete os índices de violência nessa duas unidades da Federação. “Podemos até trabalhar com a hipótese inversa, com estados que aumentaram seus investimentos, mas não obtiveram bons resultados. É o bom gasto e o gasto ruim. Certamente, os estados que diminuíram seus gastos terão que voltar a atenção para a questão da qualidade e do bom gasto com a segurança pública”, afirma o nosso nobre representante. Mas por que isto não funciona no Rio de Janeiro? – nós, ansiosos pela Copa de 2014 e pelas Olimpíadas de 2016,  nos pergunbtamos.

 De acordo com Vianna, as políticas públicas indicam o caminho que cada um dos estados deve seguir para melhor a segurança pública. Que é preciso utilizarmos um exemplo que nos sirva de base para reforçar qual é a melhor política. “Temos exemplos que apontam que o investimento per capita é um caminho importante. Mas temos que ressaltar cada vez mais o gasto que está sendo feito. A questão da inteligência e informação define de forma muito clara que política se deve seguir.”

O secretário-geral do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Renato Sérgio de Lima, enfatizou que para reduzir a criminalidade e diminuir a violência a qualidade dos gastos em inteligência é fundamental. “Falar em inteligência é falar como se gasta para que possamos aumentar a eficiência do gasto público em segurança e responder a grande indagação sobre que modelo de segurança o Brasil quer. Sem isso, estaríamos só jogando dinheiro fora”.A cientista social e coordenadora do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania, Sílvia Ramos, destacou que o Brasil é o sexto país do mundo em homicídios e o quinto em assassinatos de jovens de 15 a 24 anos. Para ela, a existência de um anuário como esse é importante porque a tradição de acompanhar dados sobre a segurança pública é muito recente.

Pelo visto, nossos representantes estão tão perdidos quanto o meninho deste vídeo aí:

E juntos vamos todos cantar, aquela velha melodia publicada pelos Titãs:

 

 

"- Polícia para quem precisa! Polícia Para quem precisa de Polícia!!!"

POLÍTICA DE PRIVACIDADE: http://cirojorge.com.br/politica-de-privacidade/

No related posts.

Posts relacionados trazidos a você pelo Yet Another Related Posts Plugin.