Começou a Copa do Mundo de 2014!

O elefante branco chegou! Ou melhor, foi dado o pontapé inicial ao Campeonato Mundial de Futebol realizado no Brasil.

Depois de tantas polêmicas envolvendo desvios de verbas públicas, chegou a hora de vermos no que isso vai dar. Será que, com o início da Copa, o povo brasileiro irá se esquecer dos nossos problemas com a Saúde e a Educação em prol do grito inflamado de Gol?

Na Copa de 2010, fizemos uma reportagem buscando saber porquê o povo sempre deu mais valor ao futebol do que às eleições.

O resultado foi fantástico! Pois hoje, 04 anos depois desse video, podemos perceber que a Cidadania, apesar dos pesares, está mais ativa do que nunca. Confiram:

Há de se dizer, que os ânimos do povo se acalmaram bastante de julho de 2013 pra cá, o que é uma pena, pois foi mesmo deslumbrante ver jovens com um espírito de cidadania que não víamos há décadas…

Talvez possamos afirmar que os esforços do Governo e da Imprensa (mais especificamente da Rede Globo de Comunicação) para pegar de volta o interesse popular e levá-lo à seleção brasileira da bola, não foram em vão; afinal, vejo ruas pintadas com os rostos de Neymar e Fred e o povo já doido pra gritar GOL.

 Ok. É muito positivo realizar essa festa no Brasil de forma ordeira e gentil. Ocorre que o espírito político e de cidadania presentes nas ruas naquele período não pode parar. As Eleições presidenciáveis também acontecem nesse ano, e o resultado dessa Copa é de grande influência para o que veremos no pleito eleitoral.

Nesse clima canarinho da bola, a Presidente Dilma Roussef proferiu um pronunciamento na TV.

Infelizmente, ao negar-se a discursar na abertura da Copa e escolher a proteção e o silêncio da tela de TV, ela buscou uma forma de se esquivar do contato direto com os brasileiros, com o intuito de evitar a repetição das manifestações que ocorreram na Copa das Confederações.

Bom pra ela, mal por Brasil; pois seria realmente justo e coerente poder mostrar ao mundo de forma tão legítima o que o povo brasileiro prefere um país com muito mais Saúde e Educação do que de pão e circo. Exibir aos olhos mundiais que não somos esses alienados que valorizam apenas o samba e o futebol.

Ao longo do discurso, Dilma aproveitou para rebater a maior parte das críticas que o governo recebeu ao longo dos últimos meses, como a capacidade dos aeroportos e uma possível falta de energia em determinadas regiões do país, sempre comparando a atuação do Governo ao desempenho da seleção brasileira de futebol….

Há quem diga que “a tentativa de associar a seleção brasileira a um governo lembrou a ofensiva de propaganda do regime militar”…   Eu, particularmente, não vejo por esse lado. Mas na minha humilde opinião, Dilma foi extremamente infeliz ao dizer que é um falso dilema a crítica de que os valores investidos na Copa do Mundo deveriam ir para a saúde e educação.

“Minhas amigas e meus amigos, tem gente que alega que os recursos da Copa deveriam ser aplicados na saúde e na educação. Escuto e respeito essas opiniões, mas não concordo com elas. Trata-se de um falso dilema”, disse.

Segundo a Presidente, entre 2010, quando começaram as obras nos estádios, e 2013, o governo federal, os estados e municípios investiram 1,7 trilhão de reais em educação e saúde.

“O valor investido em educação e saúde é 212 vezes maior que o investido em estádios”, afirmou a presidente, lembrando que com estádios foram gastos 8 bilhões de reais.

Ok, Presidente. Ocorre que, como já sabemos, o problema do Brasil não é a falta de dinheiro. Isso nós sabemos que sobra (é só bisbilhotar as cuecas e as meias de determinados políticos….)

O Brasil é um dos países mais ricos do mundo. Seus recursos naturais dariam pra sustentar uma dezena de Nações. O problema do Brasil está na forma como a Administração aplica os seus recursos.

Muito dos valores dos nossos impostos, que no papel teriam que ser destinados a Saúde e Educação, são desviados; e isso é público e notório.

Se todo esse dinheiro fosse VERDADEIRAMENTE aplicado nos seus destinos corretos, teríamos o melhor sistema de Saúde e de Educação do mundo.

Todo mundo sabe que o maior problema do país é a corrupção. O desvio da verba é que traz a fome e a morte… Não é a falta de dinheiro.

Então não adianta vir a público dizer que “o valor investido em educação e saúde é 212 vezes maior que o investido em estádios”… Por mais que haja grana, esse valor não é investido onde realmente deveria. O MUNDO INTEIRO SABE que muito desse dinheiro está sendo desviado para os bolsos dos corruptos (assim como o que acontece com o dinheiro dos estádios…)

E o mundo precisa mesmo saber disso! Não podemos esconder isso! Não podemos fazer esse papel de “tontos, porém felizes”, só pra ficarmos “bonitos na fita”!

Não podemos vir agora, porque é Copa do Mundo, dizer pros estrangeiros que somos o melhor país do mundo; porque não somos (e dependendo do resultado dessa Copa, talvez não sejamos os melhores nem no futebol…)!

Prezado Leitor, o senhor sabe o Canadá? Sim, aquele país que ocupa grande parte da América do Norte e se estende desde o Oceano Atlântico, a leste, até o Oceano Pacífico, a oeste…

Pois é! O Canadá nesse ano não vai sediar uma copa do mundo de futebol, muito menos teve sua seleção classificada para participar desse campeonato.

Os canadenses vão ter de se conformar com seus 20 prêmios Nobel e com o fato de ser o 5º país com mais qualidade de vida.

O povo canadense terá de se consolar também com o seu acesso à saúde e à educação de qualidade e renda média de mais de 30.000 dólares por ano.

Eles devem estar realmente morrendo de inveja da gente….

 E o senhor aí, fazendo orações pra que o Brasil seja hexacampeão de futebol, deseja uma carona pro Canadá, ou vai preferir ficar aqui gritando gol??

DIREITOS AUTORAIS RESERVADOS.

POLÍTICA DE PRIVACIDADE:

http://cirojorge.com.br/politica-de-privacidade/

 

No related posts.

Posts relacionados trazidos a você pelo Yet Another Related Posts Plugin.