Aumento de golpes deixa WhatsApp em alerta; veja como se proteger

O Whatsapp ainda é a ferramenta de comunicação mais instável e insegura do mundo.

Apesar da sensação de intimidade que o mecanismo nos passa, a empresa continua adotando uma política em contramão da evolução da segurança tecnológica, como por exemplo, ao cotidianamente se recusar a atender decisões judiciais para identificação de criminosos.

Nós abordamos esse assunto aqui:

Além disso, com o aumento no número de golpes e mensagens falsas que circulam pelo aplicativo de mensagens, o WhatsApp disse em um comunicado enviado à imprensa que não usa o próprio app para se comunicar com os usuários. A empresa garante ainda “trabalhar cuidadosamente para reduzir as mensagens indesejadas que chegam pelo sistema.” (Fonte: UOL)

Nos últimos meses, empresas de segurança digital descobriram uma série de golpes aplicados pelo WhatsApp como o de falsos descontos ou ainda promessas ilusórias relacionadas ao próprio aplicativo –como campanhas que prometem liberar novos emojis, recursos de videochamada ou dedurar todos os usuários que visitaram seu perfil.

“Mensagens indesejadas podem chegar ao usuário de várias formas como spam, fraudes e vírus”, alerta o WhatsApp. A equipe do app diz que todas essas mensagens tentam enganar os usuários.

Estranhe recompensas ou punições

A empresa, portanto, pede atenção dos usuários principalmente em mensagens cujo remetente afirma ser filiado do WhatsApp, com instruções para encaminhar o conteúdo, com ameaças de possíveis punições ou com promessas de recompensa ou presente.

Tenha um antivírus no celular

Para se precaver de páginas maliciosas, a sugestão é já conhecida: evite clicar em links desconhecidos. Baixar um antivírus também pode ajudar.  É importante mantê-los atualizados para que possam desempenhar melhor suas funções.

Nunca repasse a mensagem

O recomendado, segundo o WhatsApp, é bloquear o remetente, desconsiderar a mensagem e apagá-la. “Para evitar expor os seus contatos a potenciais danos, nunca encaminhe essas mensagens a eles”, acrescenta a empresa.

A nossa mensagem ao Leitor

O que acreditamos é que enquanto o Whatsapp não adotar políticas que se enquadrem com as leis brasileiras, ela continuará sendo uma empresa que não resguarda os direitos constitucionais e coletivos dos seus usuários.

É preciso que a empresa norte-americana não só perceba o quanto o mercado brasileiro é lucrativo, como também que aqui no país o exercício da Cidadania seja a bandeira a ser defendida nos dias de hoje, onde a política de sustentabilidade pode (e deve) se manter acima do capitalismo selvagem.

E é assim que nós aconselhamos os nossos leitores, a seguirem as leis brasileiras, sem nunca se esquecerem do exercício da Cidadania.

  

DIREITOS AUTORAIS RESERVADOS.

POLÍTICA DE PRIVACIDADE:

http://cirojorge.com.br/politica-de-privacidade/

Related posts:

  1. Juíza do RJ manda bloquear WhatsApp no Brasil Juíza do RJ manda bloquear WhatsApp no Brasil Mark Zuckerberg...

Posts relacionados trazidos a você pelo Yet Another Related Posts Plugin.