CUNHA É CASSADO!

A Câmara dos Deputados decidiu nesta segunda-feira (12 de setembro) cassar o mandato do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), acusado de ter mentido ao afirmar não possuir contas no exterior em depoimento na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Petrobras no ano passado.

Foram 450 votos pela cassação e 10 contrários. Estiveram presentes à sessão 475 deputados.

 

 Ao apresentar sua defesa na Câmara no processo de cassação de seu mandato, o deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) afirmou que “paga o preço” por ter dado início ao processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT)

“Eu estou pagando o preço de ter meu mandato cassado por ter dado continuidade ao processo de impeachment. É o preço que estou pagando para Brasil ter ficado livre do PT”, afirmou o peemedebista.

“É esse processo de impeachment é que está gerando tudo isso. O que quer o PT é um troféu para poder dizer que é golpe”, disse Cunha. “Alguém tem dúvida que se não fosse minha atuação, teria processo de impeachment”, perguntou retoricamente o deputado.

No ano passado, Cunha foi o responsável por aceitar o pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), que acabou deixando a Presidência em definitivo no último dia 31.

Cunha falou por pouco mais de meia hora na sessão desta segunda-feira (12), que analisa o pedido de cassação dele.

O deputado demonstrou emoção em alguns momentos e chegou a falar com a voz embargada, como quando, já ao final de sua fala, citou que sua cassação representaria o fim de sua carreira política e quando mencionou a exposição da sua família provocada pelo processo contra ele.

Antes de iniciar sua fala, o deputado ouviu gritos isolados de “fora, Cunha” no plenário da Câmara. Sua fala foi interrompida diversas vezes por manifestações de deputados favoráveis à sua cassação. Enquanto Cunha falava, deputados do PT gritavam palavras de ordem contra ele, chamando-o de “golpista”.

Trusts

Cunha voltou a afirmar que não mentiu na CPI da Petrobras quando afirmou não possuir contas no exterior. Segundo Cunha, ele possui trusts, que são um tipo de investimento no qual a titularidade dos bens é de terceiros e não se assemelha a uma conta corrente, que dá mais liberdade na movimentação de recursos.

Apesar de confirmar possuir trusts, Cunha defende que não houve mentira, pois a pergunta que lhe foi feita na CPI citava apenas contas no exterior.
“A pergunta que me foi feita na CPI é se tinha conta não declarada (no exterior). Eu quero saber: cadê a conta? Qual o número da conta? Conta é aquilo que você tem no Banco do Brasil e saca dinheiro, tem talão de cheque. Que conta é essa que você não consegue movimentá-la, que você não consegue acessá-la? O que é o trust: é uma instituição que você transfere o patrimônio, e patrimônio que eu tinha adquirido há muitos anos.”

  

DIREITOS AUTORAIS RESERVADOS.

POLÍTICA DE PRIVACIDADE:

http://cirojorge.com.br/politica-de-privacidade/

Related posts:

  1. O futuro de Eduardo Cunha pode ser decidido hoje Cunha conta com baixo quórum para barrar cassação O destino...
  2. A sanidade finalmente chegou: Dilma diz que PT precisa reconhecer erros Dilma diz que PT precisa reconhecer erros e passar por...
  3. Tchau Querida? – É hoje: O Capítulo Final do Impeachment Senado começa a julgar o processo de impeachment de Dilma...
  4. Dilma entrega hoje defesa em processo de Impeachment Termina hoje prazo para defesa de Dilma entregar alegações finais...
  5. Prefeito Eduardo Paes: O novo mascote das nossas Olimpíadas Às vésperas da abertura dos Jogos Olímpicos no Rio, não...

Posts relacionados trazidos a você pelo Yet Another Related Posts Plugin.